Informação que os seus patudos merecem!

Email Marketing by E-goi

10 coisas que os donos fazem e os cães odeiam

A melhor forma de demonstrar o que você quer é com gestos e com uma boa postura. Falar com o cão sem demonstrar isso com o corpo pode confundir o animal – que fica sem ter a menor ideia do que está a acontecer.

Gritar sempre que ele ladra

É a forma que ele tem de expressar ao mundo algumas de suas vontades. Portanto, seja mais tolerante com os latidos do seu cão.

Transmitir nervosismo

Os cães elegem sempre um líder para o seu bando. O ideal é que esse líder seja o dono. Caso se demonstre instável – nervoso, incapaz de exercer sua liderança -, ele sentirá que deve assumir esse papel. Por isso, sempre que estiver na companhia do seu cão, tente não demonstrar tensão nem nervosismo, ou ele poderá ficar agitado e até agressivo.

Tratar o cão como uma criança

Cães são cães e gostam de ser tratados como tal. Ele vai querer correr, perseguir coisas e farejar. É claro que pode mostrar afeto ao seu animal. Mas primeiro vem o exercício, depois, a disciplina e, por fim, carinho.

Achar que o cão é humano

Naturalmente, eles gostam de saber bem quem é o líder do bando (no caso, o dono). Assim, ao adotar um amigo canino, deve preparar-se para assumir integralmente o papel de líder. Só dessa forma o seu cão vai sentir-se seguro – caso contrário, ele vai começar a sentir-se stressado por não saber bem como se comportar naquele bando.

Deixar o seu cão morrer de tédio

Se não der atividades para o seu cão, é assim que ele vai sentir-se, no mais profundo tédio. A falta de atividades pode levar o cão a ficar ansioso e começar a ter maus comportamentos, como coçar-se demais, até ter feridas, morder as próprias patas, roer coisas (inclusive móveis) e entrar em depressão.

Abraçar

O abraço é um sinal de ameaça. Significa que está a querer dominá-lo à força. Alguns cães até toleram ser abraçados, enquanto outros ficam bastante agressivos. De toda forma, preste atenção no animal. Alguns demonstram sinais claros de desconforto, como afastar a cabeça.

Estar no telemóvel/computador

O dono passa o dia inteiro fora de casa, a trabalhar. Durante 9, 10 ou até 11 horas que está fora de casa, o seu cão fica sozinho, muitas vezes, sem nada para distraí-lo nem fazê-lo gastar energia. Ele merece, no mínimo, um pouco de atenção – o que inclui brincadeiras, desafios e, sempre que possível, passeios.

Ter pressa na hora do passeio

Sair com um cão significa parar a cada meio metro para que ele possa cheirar as coisas, explorar o mundo, descobrir os novos vizinhos e inteirar-se das novidades. E eles odeiam qualquer passeio que seja diferente disto. Dar voltas rápidas e burocráticas, sem poder cheirar.

Deixá-lo cheiroso

O olfato dos cães é muito apurado, e isso faz com que eles fiquem extremamente incomodados com o cheiro do perfume que passa nele.

Veja aqui como pode demonstrar o quanto gosta do seu animal de estimação.

David Alves
David Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.